Engenharia de agrimensura: saiba como é o mercado de trabalho

Responsáveis por trabalhos importantes em grandes projetos agrícolas e de infraestrutura, os profissionais da área da agrimensura são valorizados pelo conhecimento técnico que possuem e pela capacidade de atuar em diferentes setores. A presença desse profissional se mostra fundamental nos diferentes processos de planejamento e desenvolvimento do país. E se você pretende ingressar na profissão, é importante conhecer um pouco da rotina diária e entender o mercado de trabalho!

O que é engenharia de agrimensura?

Responsável pelo estudo de espaços territoriais para a elaboração de obras, a engenharia de agrimensura trabalha com base na geografia para determinar posições terrestres. Os profissionais dessa área utilizam-se de cálculos e equipamentos (tais como GPS de alta precisão) para medir e avaliar as condições de solo e relevo de um determinado terreno, gerando o parecer para posteriores obras que poderão ser executadas naquele local. 

O que faz um engenheiro agrimensor?

O engenheiro agrimensor é apto para avaliar, descrever e planejar ambientes físicos que receberão alguma obra de engenharia, como loteamentos, rodovias e outros espaços urbanos e rurais. Sua rotina de trabalho, portanto, envolve a realização de cálculos de solo e de fundações, elaboração de plantas de infraestrutura, dimensionamento de terrenos e delimitação de propriedades. O profissional agrimensor pode trabalhar como autônomo ou dentro de empresas, assumindo cargo de chefia em diferentes estabelecimentos.

Ao contrário do que muitos podem pensar, a atuação deste profissional não fica limitada somente ao meio agrícola, já que participa também de decisões e planejamento de projetos e empreendimentos diversos. Como principais atribuições, temos:

– georreferenciamento de imóveis rurais;

– projeto de loteamentos;

– levantamentos na área da construção civil (topométricos);

– levantamentos hidrográficos e hidrológicos;

– cadastros técnicos urbanos;

– controle ambiental para preservação de recursos;

– planejamento de sistemas de rede elétrica;

– perícias;

Qual a demanda pela área da agrimensura?

Conforme crescem e se desenvolvem, as cidades necessitam da atuação dos engenheiros em diversas obras urbanas, desde o saneamento até a construção de espaços públicos, com estabelecimentos e rodovias. E é justamente por estar presente em projetos de planejamento e reestruturação de setores como habitação, transporte e energia que a agrimensura tende a ser uma profissão com grande demanda nos próximos anos.

Qual é a remuneração média?

No Brasil, a demanda pela atuação de engenheiros de agrimensura cresce, o que tende a valorizar o salário do profissional. De maneira geral, a remuneração média de um agrimensor fica em torno de R$ 6.000,00, ou 8,5 salários mínimos, que é o piso salarial de um engenheiro. Como principais atribuições de um profissional em início de carreira, estão o acompanhamento de equipes à campo para o controle de obras em terrenos, rodovias e mineração.

Como é o curso de engenharia de agrimensura?

Embora seja uma área importantíssima, a presença de cursos superiores para a agrimensura ainda é pequena no país. A FEAMIG – Faculdade de Engenharia de Minas Gerais é uma das poucas instituições que oferece o curso e inclusive está com as inscrições abertas! Aproveite para ver agora todas as informações sobre o curso de Engenharia de Agrimensura da FEAMIG

Quer saber mais sobre os nossos outros cursos? Entre em contato com a FEAMIG e acompanhe mais informações no site!

 

Comments

comments

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"