Engenharia de produção: saiba como é o dia a dia deste profissional

Uma das profissões que mais atraem os jovens vestibulandos é a Engenharia, carreira que agrega diversas habilidades e possui vários seguimentos de atuação como construção civil, eletrônica, meio ambiente e também a engenharia de produção. E é exatamente ela que vamos detalhar neste texto! Se você pensa em cursá-la, veja a seguir todas as informações sobre essa importante área.

O que faz o profissional que trabalha com engenharia de produção?

Um profissional que busca a eficiência é o engenheiro de produção, que é responsável por projetar, planejar e ainda gerenciar os mais diversos sistemas nas empresas em áreas como recursos humanos, tecnologia, qualidade, planejamento e controle da produção, logística, financeira e ambiental. O objetivo do seu trabalho é melhorar a produtividade, otimizar recursos e reduzir custos.

Quem decide trabalhar com engenharia de produção precisa saber que uma das características exigidas pela profissão é a multidisciplinaridade, ou seja, a capacidade de unir em suas tarefas as mais diferentes áreas do conhecimento como administração, economia, trabalhar com cálculos e organizar atividades relacionadas à área financeira, comercial e logística.

Como é o dia a dia do engenheiro de produção?

O dia a dia do profissional de engenharia de produção é repleto de atividades e responsabilidades, uma vez que ele possui um cargo estratégico dentro das organizações.

Conheça algumas das atribuições:

  • Desenvolvimento de sistemas para controlar e planejar a área financeira da empresa e reduzir os custos;
  • Busca pela eficiência constante, por isso entre suas competências está a descoberta de formas otimizadas para produzir produtos ou prestar serviços;
  • Estabelecimento de modos para controlar a qualidade e buscar a resolução de eventuais problemas;
  • Revisão dos fluxos dos processos de produção e a busca de todas as informações necessárias para entender e melhorar as atividades na linha de produção ou os serviços oferecidos;
  • Constante contato com os fornecedores para tratar sobre compras, com os gerentes da organização para saber como está a capacidade produtiva e com as mais diversas equipes sobre o andamento do projeto em questão. A habilidade de comunicação com diversos seguimentos é imprescindível.

Esses são apenas alguns exemplos, sendo que as atividades do profissional de engenharia de produção podem variar muito dependendo do tamanho e ramo da empresa.

Como é o mercado de trabalho?

Por possibilitar uma grande variedade de conhecimentos, o mercado de trabalho é amplo com muitas oportunidades para os profissionais. Quem se forma em engenharia de produção pode trabalhar em todos os setores da economia, indústria, comércio e serviços.  Assim, este profissional atua diretamente na gerência de diversos processos para reduzir custos, aperfeiçoar processos, garantir a qualidade e criar projetos que garantam eficiência para a organização.

Além disso, é possível optar pelo setor público, como prefeituras, estados ou no nível federal, atuando em obras, fiscalização, uma vez que o engenheiro de produção possui conhecimentos de gestão e controle de projetos.

O piso salarial de um engenheiro, estabelecido por lei federal, é de 6 salários mínimos para uma carga de 6 horas diárias e 8,5 salários mínimos para 8 horas diárias de trabalho, ou seja, em torno de R$6.000,00.

Qual é a diferença da engenharia de produção para as demais engenharias?

Basicamente o que diferencia a engenharia de produção das demais áreas é o seu foco, que se fixa no gerenciamento do processo da cadeia produtiva de produtos ou serviços, diferentemente de outras engenharias, que são focadas nas questões técnicas.  A engenharia de produção é bastante generalista, por isso, a necessidade da multidisciplinaridade, sendo que o profissional precisa ter uma visão de toda a organização, sabendo lidar em todos os processos, desde o início até a sua finalização.

Como você pode ver, a engenharia de produção é uma área que favorece uma grande amplitude de conhecimentos e possibilita boas perspectivas profissionais. Se o seu sonho é ser um futuro engenheiro de produção, saiba que na FEAMIG o curso tem duração de 4 anos, o que é um diferencial dos demais, que costumam ser de 5 ou até 6 anos. Caso ainda tenha dúvidas, deixe um comentário!

Comments

comments

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"