O que são incubadoras e aceleradoras e por que são diferentes?

Muita gente que têm interesse em empreender ou já começou a tirar seu projeto do papel precisa de ajuda para dar um impulso em seu negócio e se consolidar. Melhorar processos de gestão, repaginar um produto ou serviço ou obter um financiamento são algumas das alternativas que terão impacto direto em um novo negócio.

Algumas alternativas são interessantes e estão presentes no cenário do empreendedorismo, como as incubadoras e aceleradoras. Mas você sabe a diferença entre elas e se você se encaixa no perfil de alguma das duas? Esse é o tema desse texto. Confira!

Incubadoras: ligando empresas a políticas públicas

Incubadoras são empresas ou projetos destinados a desenvolver outras empresas que têm um objetivo específico. Elas podem ser de base tecnológica, tradicionais ou sociais, destinadas a desenvolver projetos que fazem uso da tecnologia, dão suporte a setores da economia ou apoiam associações e projetos sociais.

As incubadoras fazem uma ponte entre o poder público e empresas que podem suprir uma necessidade identificada por ele. Por exemplo, apoiar projetos de medicina ou biotecnologia em áreas próximas a centros de pesquisa.

Por isso mesmo, é comum que algumas incubadoras sejam instaladas dentro de faculdades, para apoiar projetos de pesquisa que se destinam a resolver problemas da comunidade identificados pelo meio acadêmico.

Aceleradoras: desenvolvendo uma ideia com potencial

Por sua vez, as aceleradoras são empresas que têm como objetivo desenvolver projetos e apoiar empreendedores com boas ideias. Geralmente, os alvos das aceleradoras são as startups (falaremos sobre elas mais tarde).

Ao contrário das incubadoras, as aceleradoras visam o lucro por meio do desenvolvimento e valorização dessas empresas. Como lidam com projetos ligados a governos, as incubadoras nem sempre visam o lucro, embora os projetos possam dar resultados financeiros interessantes.

Quando uma startup é “acelerada” ela passa por alguns processos que vão desde a criação de uma rede de relacionamentos com investidores, passando pela mentoria com contato de consultores-empreendedores, acompanhamento da gestão, recebem infraestrutura física para desenvolvimento das atividades etc.

Incubadoras e aceleradoras: alternativas para startups de Engenharia

As startups, que já citamos anteriormente, são empresas que estão começando um determinado negócio considerado inovador. Normalmente, são de base tecnológica e, por isso, têm como característica a escalabilidade (podem atuar em um mercado global e não somente onde estão inseridas) e a inovação.

Assim como empresas mais tradicionais precisam muitas vezes de um “empurrãozinho” para atingir um outro patamar e se estabilizar no mercado, as startups também necessitam de financiamento ou de um acompanhamento de empreendedores mais experientes para saírem de um estágio inicial e darem um segundo passo.

Nos últimos tempos têm surgido algumas startups na área da engenharia, com objetivos diferentes, seja oferecer soluções para o gerenciamento de uma obra ou para a construção de casas para pessoas de baixa renda. Nesse cenário, qual a melhor solução: procurar uma incubadora ou uma aceleradora?

Em geral, startups que atuam com tecnologia e tem no seu negócio a capacidade de escalabilidade, costumam procurar aceleradoras. No entanto, as que atuam em setores da economia tradicional, com apelo mais local, podem ser mais bem atendidas pelas incubadoras.

E aí, já está sabendo as diferenças entre incubadoras e aceleradoras? Se você tem uma ideia já implementada e busca um empurrãozinho para seu projeto crescer, procure uma incubadora ou uma aceleradora — conforme as características da sua proposta.

Não importa se você ainda não formou ou é recém-formado, o importante é ter um projeto interessante e que possa ser orientado.

Quer ficar por dentro de dicas e novidades? Assine nossa newsletter e receba nossos conteúdos!

Comments

comments

feamig

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"