Cinco mulheres que marcaram história na engenharia

Já se passou o tempo em que, para a sociedade, as profissões eram exclusivas a determinado gênero.  Com muita batalha, as mulheres conquistam cada vez mais protagonismo em áreas que antes eram dominadas por homens. Prova disso é o grupo de engenheiras que fizeram e fazem história dentro desse setor, como veremos a seguir.

Stephanie Kwolek

Utilizada em todo o mundo para a proteção de soldados e profissionais de segurança pública e privada, a Kevlar, fibra de alta resistência mecânica – cinco vezes mais forte que o aço – é uma invenção da polaco-estadunidense Stephanie Kwolek.

Na época, a engenheira trabalhava na DuPont em busca de um material que pudesse ser usado para reforçar pneus e que diminuísse o consumo de combustível. A Kevlar ainda é amplamente utilizada na fabricação de coletes à prova de bala, roupas esportivas e pneus resistentes a furos.

Durante mais de 40 anos de carreira, Stefanie teve cerca de 20 patentes reconhecidas. Por conta disso, no ano de 1996 foi premiada com a Medalha Nacional de Tecnologia e Inovação por conta de suas contribuições para a ciência.

 

Jen Fitzpatrick

Jen Fitzpatrick ingressou no Google em 1999, no primeiro programa de estágio da empresa. Nessa época, a empresa ainda era reconhecida como uma “pequena startup maluca”.

Atualmente, Jen é vice-presidente de Engenharia e Gestão de Produtos da companhia, liderando equipes que desenvolvem produtos da empresa, tais como o Google Places, Google Maps e buscas locais. Também já trabalhou em outros projetos, como o Google AdWords, o Google News e a própria ferramenta de pesquisa do site.

Uma das primeiras mulheres engenheiras da companhia, Jen é cofundadora da equipe Google User Experience, que tem o foco em proporcionar a melhor experiência para o usuário.

 

Kate Bergeron

Graduada em Engenharia Mecânica pelo Massachusetts Institute of Tecnology (MIT), Kate é a vice-presidente de Engenharia de Hardware da Apple e desenvolve acessórios para o Mac, tais como mouse e teclados, além de ser responsável por gerir o projeto da Apple TV. Além disso, faz parte dos laboratórios de design da Apple, conhecido como Input Design Lab, onde foram desenvolvidos itens como displays de retina, dispositivos de entrada recarregáveis e trackpad.

Desde 2002 ela trabalha como engenheira sênior na empresa. Além da carreira na Apple, é professora no D-Lab do MIT, programa que tem como objetivo desenvolver e avançar abordagens colaborativas e soluções práticas para os desafios globais da pobreza.

 

Joy Chik

Funcionária da Microsoft desde 1996, Joy entrou como estagiária de verão e, atualmente, ocupa o cargo de vice-presidente corporativa da empresa. Sua equipe atua na Divisão de Identidade no Cloud + Enterprise Group da Microsoft, que é o coração do ecossistema empresarial e consumidor da companhia. Em entrevista, Joy afirmou que toda essa sua trajetória de sucesso na empresa ocorreu por ter amplas habilidades técnicas em engenharia, além de ter gerado muitos resultados, ocasionando o crescimento do time e da própria Microsoft.

 

Aprille Ericsson

Aprille é engenheira espacial na NASA, a agência espacial americana e, ao longo de 28 anos, passou por vários cargos na instituição. Atualmente, é gerente do projeto Atlas Instrument, um satélite que monitora as calotas de gelo polar da Terra e suas mudanças com o aquecimento global.

Ela foi a primeira mulher a receber um Ph.D. (equivalente a um doutorado, no Brasil) em engenharia mecânica na Harvard e a primeira mulher afro-americana a receber um Ph.D. no Goddard Space Flight Center, o centro de pesquisas espaciais da NASA. Em 1997, ela recebeu um prêmio como mulher mais importante na área de engenharia e ciência do Governo Federal Americano.  

Gostou das incríveis histórias dessas mulheres? Torne-se uma engenheira também e deixe seu legado para o aprimoramento da ciência e da tecnologia!

Se você gostou do texto, siga nossos perfis nas redes sociais e continue por dentro de dicas e novidades. Estamos no FacebookInstagramTwitter e no LinkedIn!

Comments

comments

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"