Por que fazer uma pós-graduação em engenharia de segurança do trabalho?

A engenharia de segurança do trabalho é uma área exigida em praticamente todas as indústrias e empresas em geral, o que cria um mercado bastante amplo. Para garantir a qualidade dos profissionais, entretanto, é preciso que os engenheiros e arquitetos dessa área tenham especialização específica, o que só pode ser conseguido com uma pós-graduação. Está interessado em seguir essa carreira? Então veja a seguir porque você deve fazer uma pós-graduação em engenharia de segurança do trabalho.

O que diz a lei?

A lei 7.410/85 estipula que somente profissionais habilitados e registrados no CREA (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia) ou no CAU (Conselho de Arquitetura e Urbanismo) e com comprovação de especialização na área podem desempenhar a atividade. Esse é um dos principais motivos para fazer uma pós-graduação em engenharia de segurança do trabalho!

Qual a diferença entre o engenheiro de segurança do trabalho e um técnico de segurança do trabalho?

A atuação de um técnico não é a mesma que a de um engenheiro com especialização na área. O engenheiro é habilitado para realizar as tarefas do técnico, mas o contrário não. Os laudos técnicos e pareceres finais, por exemplo, só podem ser emitidos e assinados por um engenheiro responsável.

Normalmente, o engenheiro de segurança do trabalho é responsável por gerenciar e promover a segurança e realizar vistorias e manutenções diversas, assim como por desenvolver programas e ações efetivas para a segurança dos trabalhadores. Também é responsável por coordenar a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) da empresa em questão, oferecer treinamentos, dar palestras diversas e coordenar os programas exigidos pela legislação, como por exemplo: PPRA (Programa de Prevenção de Riscos Ambientais), PCMSO (Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional), PCMAT (Programa de Condições e Meio Ambiente do Trabalho na Indústria da Construção), entre outros.

O técnico, por sua vez, possui uma atuação mais prática, em que coordena e realiza as vistorias, além de elaborar atividades de segurança e instruir os funcionários a segui-las. Esse profissional também realiza levantamentos técnicos e repassa os resultados para outros setores, como o RH da empresa. Com isso, do ponto de vista de crescer na carreira a pós-graduação é altamente necessária, pois é um nível de conhecimento e atuação acima daquele que possui um profissional com formação apenas técnica.

Como é exatamente o curso de engenharia de segurança do trabalho?

Sem dúvida, há uma parte teórica indispensável para o nivelamento e aprendizado de fatores relacionados à segurança do trabalho e acerca da legislação e administração. Porém, a pós-graduação no setor guarda bastante praticidade — há treinamentos diversos, como Primeiros Socorros e Combate a Incêndios, e aulas práticas de Ruído, Vibração e de laboratórios de Riscos Químicos, Físicos e Ambientes Confinados. Por isso, o curso prepara o profissional a ser formado para inúmeras situações adversas.

Qual a atual situação do mercado para tal profissão?

O fato de que cada vez mais empresas se atentam à necessidade de cuidar da segurança no trabalho também faz com que o mercado esteja relativamente mais aquecido do que em outras engenharias. Um engenheiro de segurança do trabalho será sempre necessário nas indústrias e empresas.

O salário também é atrativo. Segundo estimativas, boa parte dos cargos pode partir de R$ 7 mil e chegar até mesmo a R$ 25 mil, valor bastante superior à atuação em outras áreas da engenharia, inclusive porque alguns profissionais acumulam formação e atribuições como: Engenheiro de Produção e de Segurança do Trabalho ou Engenheiro Civil e de Segurança do Trabalho. Essa formação dupla também é muito atraente para empresas que necessitam de um único profissional para trabalhar em atividades complementares.

Além disso, o fato de haver uma quantidade menor de cursos e especializações voltadas para essa área faz com que os profissionais de segurança sejam mais requisitados. Assim, fazer uma pós-graduação nessa área é uma forma de criar um plano de carreira promissor.

E você já pensou em fazer uma Pós-graduação em Engenharia de Segurança do Trabalho? A FEAMIG oferta o curso há mais de 27 anos e é referência no mercado!

Curta a nossa página no Facebook e se mantenha atualizado sobre as novidades do mercado de engenharia.

Comments

comments

feamig

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"