Quais as diferenças entre arquitetura e engenharia civil?

As diferenças entre arquitetura e engenharia civil muitas vezes não são evidentes e costumam ser confundidas como profissões, principalmente por atuarem na área da construção de casas e edifícios. Mas não é bem assim. Cada um desses profissionais possui uma competência e também sua responsabilidade, mesmo que em alguns momentos atuem de maneira parecida. Quer saber as principais diferenças e semelhanças de um arquiteto e de um engenheiro civil? Confira!

Edificação

É comum os arquitetos serem responsáveis pelo projeto arquitetônico de uma edificação, escolhendo as formas e espaços ocupados. Os engenheiros civis, por sua vez, são responsáveis por transformar o projeto arquitetônico em uma estrutura estável e confiável, isto é, pelos cálculos estruturais de vigas, pilares e lajes, além dos projetos hidráulico e sanitário. Na maioria das vezes, eles são também os responsáveis pelo gerenciamento da construção.

Em obras de pequeno porte, como na construção de uma casa, ou sobrado, o arquiteto também pode realizar os cálculos estruturais, bem como o acompanhamento, assumindo a responsabilidade. Já o engenheiro civil, por sua vez, pode também criar um projeto arquitetônico. Quer saber o que mais diferencia os profissionais?

Formação acadêmica

Cada graduação possui um foco distinto. O estudante de arquitetura tem em sua grade curricular, além da matemática, disciplinas ligadas às artes e formas, dando mais visão para a escolha do espaço a ser construído e cuidando para uma melhor ventilação, insolação, conforto acústico, e beleza estética da edificação, por exemplo.

Já o engenheiro civil verá mais disciplinas de cálculo para aprender a colocar em prática as ideias que o arquiteto planejou, encontrando a melhor técnica construtiva e econômica por meio do estudo das estruturas de concreto, metálicas ou madeira. O engenheiro civil terá também estudos relacionados ao saneamento básico, transporte, hidráulica, materiais, entre outros.

Atribuições específicas do arquiteto

Com relação às atribuições específicas, somente o arquiteto é autorizado a realizar restauração de patrimônio histórico e também projetos urbanísticos. Ele pode também atuar como paisagista e design de interiores. O engenheiro civil terá também estudos relacionados ao controle e gerenciamento de obras, saneamento básico, transporte, hidráulica, materiais, entre outros.

Atribuições específicas do engenheiro civil

O engenheiro civil, além da realização dos cálculos de uma edificação e do acompanhamento dessas obras pode também atuar projetando, calculando e gerenciando obras de portos e aeroportos, de rodovias, de pontes e viadutos, estradas e ferrovias, hidrelétricas e barragens. (Veja o nosso post sobre o que faz um Engenheiro Civil). É o responsável também pelo sistema de abastecimento de água e coleta de esgoto de uma cidade, além da drenagem de águas pluviais, entre outras obras. Nesses casos, o arquiteto não pode atuar como responsável técnico e nem acompanhar a execução de uma obra dessas sem a presença de um engenheiro civil.

Qual o melhor curso?

Não existe um curso melhor ou pior. Tudo vai depender da característica de cada pessoa, suas aptidões e também de seus interesses e objetivos profissionais. Se você tiver maior prazer pela arte, pela forma e pela história, a arquitetura pode ser uma melhor opção. Se seu interesse for em construção, obras e projetos de tipos variados, a engenharia civil te dará uma melhor formação técnica.

Ambos são cursos que se completam e não competem entre si, devendo atuarem em conjunto.  Contudo, o campo de atuação de um engenheiro civil é, de fato, mais amplo.

E você, já fez a sua escolha? Deixe o seu comentário! Aproveite e assine nossa newsletter para ficar por dentro do mercado de engenharia.

 

Comments

comments

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"