Três tendências para Engenharia de Produção

O engenheiro de produção precisa dominar todas as técnicas e compreender cada etapa do processo produtivo de uma companhia para que estejam aderentes às tendências da área. Assim, deve enxergar melhorias na cadeia de produção com o objetivo de reduzir custos e aumentar a produtividade e qualidade dos bens ofertados.

Além disso, esse profissional tem o grande desafio de conciliar gestão, técnicas e processos à preocupação com o ser humano. Quando é feito de forma precisa, os pilares meio ambiente, economia e sociedade funcionam em congruência. A demanda pelos engenheiros de  produção têm aumentado. O mercado busca profissionais cada vez mais qualificados  e também com perfil de gestão de pessoas e gestão financeira.

Confira, então, quais são as tendências para essa área tão essencial para o crescimento e consolidação das empresas.   

Consultoria

De acordo com a coordenadora do curso de Engenharia de Produção da Feamig, Gabriela Parreira, um dos ramos que tendem a ampliar o número de oportunidades é a prestação de serviços de consultoria. “Essa área está em alta porque o mercado precisará cada vez mais das habilidades desse profissional no auxílio e direcionamento, a fim de solucionar problemas operacionais e criar novas oportunidades no negócio”, comenta.

O profissional, portanto, oferece seu serviço às empresas: seja com o diagnóstico da atual situação, a elaboração de um plano de melhorias ou com a implementação das mudanças sugeridas. Essa ação tem o objetivo de reestruturar ou aperfeiçoar os processos adotados dentro das companhias.

Programas

Outra tendência é o uso de tecnologias para simular possíveis pontos de melhoria na empresa, o que demanda profundo conhecimento na análise de dados e sistemas de operação.

Para isso, alguns software podem ser utilizados no processo. O Microsoft Project e o Spider Project são exemplos de programas que auxiliam no gerenciamento de projetos e permitem que o usuário desenvolva um plano para distribuir tarefas aos seus recursos, monitorar o progresso do projeto, gerenciar os custos, entre outros.

Internet das Coisas (IoT)             

A Internet das Coisas (Internet of Things – IoT)é uma tendência cada vez mais presente no dia a dia da população. Ela acontece quando dispositivos se conectam à internet: seja celulares, tablets, carros, máquinas e até aparelhos domésticos – como geladeira, ar-condicionado e elevador.

Na Engenharia de Produção, esse termo está muito presente quando se fala de indústria 4.0. Também conhecida como a Quarta Revolução Industrial, ela se caracteriza pela inserção da tecnologia de informação nas indústrias, de modo a interligar os sistemas de cada empresa. Com isso, o monitoramento dos processos e equipamentos das companhias se torna automatizado e inteligente, o que torna o processo mais eficiente e ágil.

O que achou dessas tendências? Deixe seu comentário e nos acompanhe nas redes sociais: estamos no Facebook, Instagram, LinkedIn e Twitter.

Comments

comments

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"